E você não me conhece, eu não conheço você.
Te escrevo por absoluta necessidade. Não conseguiria dormir outra vez se não te escrevesse.

Caio F.

O blues já valeu a pena.

domingo, 9 de janeiro de 2011

Ela (:


Para ela um pouco de loucura faz parte,
Ignorar o tédio
Dispensar tal depressão
Com um bom som, alto, estourando os ouvidos só para variar
A batida quer se tornar eterna.
Ela não se importa com o movimento ao lado,
Pois, quem esta na chuva tem que se molhar
Aqueles gritos não são de raiva
E sim de bagunça.
A tua presença completa um pedaço em mim que antes faltava
Teu olhar, teu jeito
Sinceramente engana quem não conhece.
Um toque de compreensão,
Confiança no que diz, isso em ti não falta
Nem um forte beliscão consegue deixar sua marca
Eu tentei.
Ela é esperta,
Com alguns truques guardados na manga,
Surpreende.
Tem sempre uma justificativa,
Nada escapa.
Consegue arrancar sorrisos só por olhar,
De uma forma firme e meiga.
Ela é uma boa companhia,
Para quem quer ser feliz!

E