E você não me conhece, eu não conheço você.
Te escrevo por absoluta necessidade. Não conseguiria dormir outra vez se não te escrevesse.

Caio F.

O blues já valeu a pena.

terça-feira, 20 de março de 2012

''assalta-me os textos.''

Aqueles traços, teus traços, desenhados, desenhei, ganhei, perdi.
Decorei, meu erro, teu nome, aprendi, teu endereço.
Frio, arrepio, calafrio, sinto na alma, sinto no corpo, trago do seu corpo.
Ultima vez, desse mês, difícil dizer adeus pra valer. 
Assim, oi. 

E aquele sorriso, não é um sorriso, não um qualquer.
É o teu, faz o meu, nosso.
Dos amores, do amor, amor, r.

A cor do teu olho, os detalhes, cada pontinho, conto.
Um por um, de dois, meus também.
Mãos, as minhas, logo nas curvas, tuas.
Ar, meu ar, no teu pescoço.
Em volta, toda a volta, fecho, seguro, te carrego.

Reconsiderar apagar, porque te olhar, ah, daria tudo.
Pra te prender comigo.

domingo, 18 de março de 2012

domingo, 11 de março de 2012

É que tudo se divide..

Quem diria, que te olhar por menos de 1 minuto bastasse. Que a chuva te traga. Já não há muito o que dizer, cai. Nossa ligação, pensamentos e só. Soltos, tu lá eu cá. E tudo se divide, nos divide. Quantas vezes eu vou desistir. Quantas vezes eu vou dizer que esqueci. E quantas vezes eu vou esquecer de te esquecer. 
Porque tudo, exatamente tudo tem que lembrar você, é como se o teu rosto tivesse grudado nas minhas pupilas, mesmo. E quantas palavras ao vento eu vou falar. E quantas vezes pro teto eu vou olhar. Ah, caramba, hoje acordei prometendo que ia te esquecer.. Falar é fácil, fácil demais. É que tudo se divide, tu cá, eu lá.

'' E no prazo de um mês.''

Vou fazer de conta que te esqueci..


Talvez um dia eu acredite nisso.

sexta-feira, 9 de março de 2012

09/03

Alto demais
Baixo demais
Quente demais
Frio demais
Silêncio demais
Barulho demais
Sono demais
Inquietação demais
Medo demais
Lágrimas demais
Tanto faz
Hoje não to normal.
Quero um abraço teu.

quinta-feira, 8 de março de 2012

Eu quero me desligar de você.

'' você é ainda a pessoa que eu adoro. ''

Ontem.
Eu prometi que nunca mais ia te procurar.

Hoje.

Acordei pensando em ti, passei a manhã pensando em ti, passei a tarde pensando em ti.

E estou aqui, me arrastando ao teus pés.

ráá



Nada como cair na estrada depois de um dia miado aturando certas pessoas.




Levo comigo..



Música, lua, frio, cheiro de rio, natureza, melhor remédio pra dor de cabeça.

segunda-feira, 5 de março de 2012

domingo, 4 de março de 2012

Necessito..


 Tudo tão igual
Diferente..

Muda, mudaram, trocaram, voltaram e cometeram o mesmo erro de antes. Porque tu estás diferente mas tu ainda tem aquela velha e boa energia. Minha energia. Ha 5 segundos olhei o céu lotado de partes brancas por 5 segundos tudo sumiu. Eu sumi, mudei ou tudo mudou, algo. Talvez não ter certeza é minha condenação. E amar o que não deveria seja a missão. Pra qualquer coisa que não tenha sentido, como acordar cedo sem ter o que fazer, como dormir cedo pra sonhar. E você mudou, o que eu sinto não. Dentro da tua pessoa deve haver aquela pessoa dos olhos verdes que ficam azul no sol. Dentro da tua pessoa a minha pessoa busca paz, dentro da minha pessoa a tua pessoa...

[dorme, acorda, sorri, sente, abraça, vive.]





Ao som de Gotten - Slash ft. Adam Levine

sábado, 3 de março de 2012

'' A minha rima que tem pressa.. ''

Na grama
Na cama
Desanda.
A água pára
A chuva acalma
O tempo pára
Pra te ver passar.

Então corro um quarteirão e paro,
Olho pra trás.

''Já que não posso de fato parar o tempo,
Faço de cada momento
Como se fosse a primeira vez.''

E te dedico.

Quantas coisas eu ainda vou provar?
E quantas vezes para a porta eu vou olhar?
Quantos carros nessa rua vão passar
Enquanto ela não chegar?
Quantos dias eu ainda vou esperar?
E quantas estrelas eu vou tentar contar?
E quantas luzes na cidade vão se apagar
Enquanto ela não chegar?

Eu tenho andado tão sozinho
Que eu nem sei no que acreditar
E a paz que busco agora
Nem a dor vai me negar

Não deixe o sol morrer
Errar é aprender
Viver é deixar viver
Não deixe o sol morrer
Errar é aprender
Viver é deixar viver

Quantas besteiras eu ainda vou pensar?
E quantos sonhos no tempo vão se esfarelar?
Quantas vezes eu vou me criticar
Enquanto ela não chegar?

Eu tenho andado tão sozinho
Que eu nem sei no que acreditar
E a paz que busco agora
Nem a dor vai me negar

Não deixe o sol morrer
Errar é aprender
Viver é deixar viver
Não deixe o sol morrer
Errar é aprender
Viver é deixar, é deixar
É deixar viver
É deixar viver

Viver é deixar viver

Uuu..uuu...

Não deixe o sol morrer
Errar é aprender
Não deixe o sol morrer
Errar é aprender
Viver é deixar viver

Uuu...


Enquanto ela não chegar - Capital Inicial 

sexta-feira, 2 de março de 2012


O que você não pode, eu não vou te pedir
O que você não quer, eu não quero insistir
Diga a verdade, doa a quem doer
Doe sangue e me dê seu telefone.

Amor eu sinto a sua falta
E a falta, é a morte da esperança.

E